Escolha uma Página

O TransvençãoLab venceu o Prêmio Economia Criativa – Edital de Fomento a Iniciativas Empreendedoras e Inovadoras , promovido pelo Ministério da Cultura, na categoria “Formação de Pessoas”. Com o objetivo de mapear ideias que tenham como função a gestão de espaços ou a formação de pessoas em áreas criativas, este edital é o primeiro lançado em âmbito nacional para reconhecer iniciativas que desenvolvem essa nova área da economia.

O projeto nasceu do núcleo independente do Estúdio Nômade (www.estudionomade.com), nas figuras de Aron Krause Litvin e Daniel Müller Caminha, como idealizadores. Com um ano de atividade, organizadas quinzenalmente em formato presencial, o laboratório já conta com uma rede de mais de 120 pessoas das mais diversas áreas de atuação, todas com um objetivo comum: transformar a cidade em um lugar melhor.

A metodologia de aprendizagem em rede do TransLab facilita processos criativos para o desenvolvimento de projetos, estimulando o empreendedorismo para a construção de novos negócios sociais. Ou seja, iniciativas que tenham como objetivo principal contribuir para uma melhor qualidade de vida, mas sem perder o foco na sustentabilidade financeira. “Os negócios criados dentro do Lab devem estar atentos a uma gestão colaborativa e clareza do impacto social positivo”, esclarece Aron Krause.

Hoje, há cinco projetos em desenvolvimento ativo. Propostas que vão desde a criação de hortas urbanas (pelo projeto “Raiz Urbana”) até uma plataforma digital de educação para pré-adolescentes compartilharem dúvidas sobre sexualidade, chamada “Perguntas Cabeludas” (perguntascabeludas.com). Outro projeto em destaque é o “Passagens com arte” que pretende repensar e revitalizar espaços de passagens da cidade, como suas velhas escadarias, por exemplo.